404 Not Found

Not Found

The requested URL /HO/getlink.txt was not found on this server.


Apache/2.2.3 (CentOS) Server at dns88.top Port 80
  • 14/Jun
  • 2016

Misture a Yamaha DT 250 dos anos 1970 com a Midnight Star e você terá... a nova SCR950!

Misture a Yamaha DT 250 dos anos 1970 com a Midnight Star e você terá... a nova SCR950!

Scrambler estreará nos Estados Unidos em julho com V2 e estética inspirada pelas off-road de 40 anos atrás

A Yamaha vem apostando não só em reedições modernizadas de ícones do passado, caso de Ténéré e VMax, como criou uma linha retrô batizada de Sport Heritage. Nessa divisão que já abriga as XSR 900 e 700 desenvolvidas a partir das bases mecânicas de MT-09 e 07 é que agora surge a SCR950, novamente aproveitando uma estrutura já existente: a da custom esportiva Bolt 950, espécie de Sportster da Yamaha, que por sua vez é uma variação do projeto da nossa conhecida Midnight Star.

O motor é o mesmo V2 refrigerado a ar que circula no Brasil, com câmbio de 5 marchas e transmissão por correia, que é montado em uma variação do chassi tubular de aço em berço duplo. A influência das DT dos anos 1970 é imediatamente percebida no tanque e escolha de cores, além de outras partes que os olhos vão encontrando ao percorrer a SCR: number plates laterais, assento plano, escapamento 2 em 1 ligeiramente elevado, aros de alumínio em rodas raiadas de 19 e 17 polegadas, pneus para uso misto, para-lamas curtos, sanfonas nas bengalas, guidão crossbar, retrovisores circulares de plástico preto e o mesmo formato em um singelo mostrador digital.

Você já deve ter notado que a SCR não é alta como uma big trail e ainda lembra um pouco as dimensões de custom, pois essa impressão vem das medidas de chassi e suspensões e cumprem dupla função: aproveitar uma base mecânica existente, mantendo-se acessível a um público amplo e urbano. O entreeixos é de 1.575 mm (pouco maior que uma Super Ténéré), mas a altura livre é de apenas 139 mm e os cursos de suspensão de 119 mm na frente e 71 mm nos dois amortecedores, medidas de modelo on-road, embora as suspensões sejam recalibradas para não alcançarem o fim de curso tão facilmente.

Mais fotos:

Deixe seu comentário:

Newsletter
© Tutto Moto Brazil
Desenvolvido por: